Seu restaurante está preparado para receber o cliente?

Como é a recepção do cliente em seu restaurante? Como está a organização do ambiente em seu restaurante? Ter sucesso com restaurantes não é só uma questão de qualidade e sabor da comida!

Tudo conta na hora de voltar a um restaurante: a estrutura do ambiente, sua decoração, a qualidade da alimentação, é claro, mas, principalmente, o atendimento!

Já estive em restaurantes com uma comida fantástica, preços excelentes, mas aos quais não volto e ainda divulgo essa minha intenção, por conta do mau atendimento.

Quero levar você a refletir sobre a importância do atendimento, recepção, do cliente em seu restaurante, e o quanto isso é o mais importante para seus clientes. Vamos?

 

Como recepcionar bem à clientela?

Não há nada mais desagradável que chegar a um restaurante, sentar em uma mesa e ser ignorado pelos garçons ou qualquer outro representante da casa.

Pior ainda é, depois de um tempo, sair do local sem ser atendido por ninguém! É o cúmulo!

A questão do bom atendimento e recepção da clientela é uma coisa tão básica que não deveria nem ser tema de nenhuma discussão, o que dirá de um artigo!

Mas, infelizmente, a realidade é bem outra!

Para que não fiquemos falando, apenas, sobre o que todo mundo fala – embora verdade – vou falar sobre a minha experiência e o que eu entendo como deveria ser uma boa recepção a um cliente de restaurante.

Vamos estabelecer “peneiras”, que vão nos ajudar a entender como deixar uma boa impressão na clientela de seu restaurante.

  1. Ambiente – estrutura física.

Assim como se “come com olhos”, a aparência, a estrutura do ambiente, é o cartão de visitas de qualquer estabelecimento comercial, mais ainda de um restaurante.

Ambientes limpos, iluminados de acordo com a decoração, com atendentes vestidos de forma impecável, são alguns dos fatores que causam uma boa impressão inicial. A primeira peneira!

  1. Recepção do cliente.

Ao adentrar em um restaurante, impactados, positivamente, pela estrutura física do local, esperamos ter uma excelente recepção à entrada.

Um garçom, um maitre, um (uma) hostess e, até mesmo, o proprietário, vindo ao seu encontro para lhe dar as boas-vindas é algo que marca, profundamente, de forma bem positiva. O contrário é desastroso! A segunda peneira!

Aqui, cabe uma pequena observação que sempre fiz aos meus amigos donos de restaurantes:

Fique atento aos grupos de amigos que frequentam seus restaurantes! Procure identificar aquela pessoa, para a qual todas as atenções convergem e lhe dedique uma atenção especialíssima, principalmente, quando ela retornar ao seu restaurante! Esse tipo de pessoa, invariavelmente, tem a capacidade de agregar pessoas ao seu redor. Elas são como as celebridades, que arrastam multidões aonde quer que vão. Por que não “fazer uma parceria”, mesmo que não tratada como tal?

  1. Apresentação dos funcionários.

Fundamental que todos os funcionários estejam vestidos de modo impecável, limpos e com boa aparência!

Alguns restaurantes se preocupam com tudo, mas, quando surge um imprevisto, e se faz necessária a limpeza do chão, por exemplo, eles chamam o “seo Zé” da limpeza, para resolver o problema.

Nada contra o “seo Zé”, mas o “seo Zé” deve estar tão impecavelmente vestido e capacitado para estar no mesmo ambiente da clientela, quanto qualquer outro funcionário da casa. Cuide do seu “seo Zé”!

  1. Capacitação dos colaboradores.

Gosto dessa expressão, “colaboradores”. Ela resume bem o que, realmente, todos os funcionários de um restaurante, ou de qualquer empresa, devem ser.

“Bom dia! Boa tarde! Boa noite! Por favor! O que desejam? Posso ajudá-los? ” São expressões que devem fazer parte do dia a dia de todos os colaboradores de um restaurante!

Mas, como conseguir o comprometimento da equipe atingir este nível?

  • Escute-os e valorize suas ideias! Lembre-se: o seu funcionário é o seu primeiro cliente!
  • Capacite o seu grupo de colaboradores.

Garçons, maitres e até você mesmo, devem estar preparados para ajudar o cliente em todas as suas necessidades! Dê o exemplo! Não peça aos seus funcionários o que você não faz por eles!

  • Personalize o atendimento.

Garçons, principalmente, não apenas recepcionam a clientela na entrada do restaurante, mas só finalizam o atendimento ao levar seus clientes à porta, desejando-lhes um bom restante de dia e ensejando sua volta o mais breve possível!

Se o estacionamento for próximo, o garçom pode, inclusive, levar seus clientes até o carro e abrir e fechar portas. É a última peneira!

 

Claro, que se você tiver o melhor atendimento do mundo e não ter uma cozinha condizente com a recepção do cliente do restaurante, você não terá muito sucesso! Todavia, o contrário é ainda mais verdadeiro, pois, segundo pesquisas recentes, quase 80% dos clientes de restaurantes dizem que retornam ao local somente se forem bem atendidos! Isso basta? Claro que sim! Siga nossas dicas e sucesso!

 

Gostou do artigo! Comente! E até o próximo!